Esgotecnica é entrevistada para blog do Walmart

Fios de cabelo, resíduos de sabonete, papel higiênico e grampos podem cair dentro do ralo sem que ninguém perceba. Quando a torneira é aberta, a água fica parada e a origem do problema deve ser descoberta. Devido à quantidade de cabelos e pedaços de sabão que caem, a área do chuveiro é a mais suscetível a entupimentos. Mas é a pia da cozinha a área mais crítica, culpa da gordura do óleo e dos restos de alimento que passam por ela frequentemente.

“Existe o risco do arame furar a tubulação, e de a soda cáustica amolecê-la. Tentar resolver dessas duas formas não é uma boa ideia”, garante Raphael Matias, da Esgotécnica. O primeiro passo é desligar a fonte de água para que não acumule ainda mais e não mexer em nada sem saber. “Os esgotos sanitários contêm águas contaminadas com vários tipos de bactérias, que são agentes causadores de doenças”, alerta.

Para usar o desentupidor, posicione-o na boca da pia e faça pressão para bombear e eliminar, por sucção, o que está vetando a passagem. Antes desse procedimento, o limpador químico nunca deve ser uma opção – por ser um produto altamente corrosivo, resíduos podem espirrar e causar fortes queimaduras na pele.

Apesar de a sabedoria popular afirmar que Coca-Cola funciona, o especialista assegura que não passa de mito. No entanto, a personal organizer Sandra Regina Pina de Oliveira ensina uma receita: adicione 100ml de bicarbonato de sódio, 100ml de vinagre e 1l de água fervente. “Coloque os dois primeiros ingredientes e deixe agir. Após 20 minutos, despeje a água que estava no fogo e espere uma hora”. Como essa combinação gera gases, espuma e vapor, é preciso tomar cuidado para não inalá-los.

Se o processo for repetido três vezes e não adiantar, a saída é mesmo chamar uma empresa especializada. “O custo varia de acordo com o diâmetro da tubulação e os acessórios da rede de esgoto no local”, diz Raphael. No trabalho profissional, máquina elétrica e sondas flexíveis proporcionam limpeza completa da tubulação, evitam vazamentos e mau cheiro.

Ao ligar para os técnicos, solicitar visita grátis e orçamento sem compromisso é um direito conforme o código da Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON). “É importante conferir se esse serviço está acondicionado no seguro da casa”, lembra Sandra. Caso o problema seja frequente, verifique o estado da tubulação e certifique-se de que está sendo utilizada da forma adequada.

Comments for this post are closed.