Como acabar com o mau cheiro dos ralos

O mau cheiro em ralos é um grande desconforto que pode atrapalhar toda a vivência dos moradores de uma residência, o pior ainda é que esse pode ser um problema difícil de ser resolvido e muitas vezes já começamos a pensar na necessidade de contatar uma desentupidora especializada.

Sempre que notamos um certo mau cheiro em algum ralo, seja do chuveiro ou de qualquer pia da casa, já começa a preocupação com o quanto vamos ter que gastar e quanto tempo iremos ter que lidar com esse cheiro ruim.

Mas existem algumas maneiras simples e até mesmo naturais para resolver esse probleminha, algumas vezes nem precisa desentupir o encanamento.

Confira algumas dicas valiosas para acabar com o mau cheiro dos ralos da sua casa.

Como prevenir o mau cheiro em ralos

A melhor coisa a se fazer é sempre tentar evitar o problema, principalmente em uma área tão sensível como o encanamento do seu lar, afinal um entupimento pode gerar transtornos muito maiores que apenas mau cheiro.

Por esses motivos que é importante saber como evitar que o ralo e o encanamento fiquem obstruídos.

Uma valiosa dica é comprar um protetor de ralo, conhecido como “chapéu de chinês”. Ele evita que dejetos e restos de comida entrem no ralo e se alojem no encanamento, podendo causar graves entupimentos.

No caso das pias de banheiro é preciso verificar se a grade de proteção de proteção está em um tamanho que evite que escovas de dente e objetos pequenos possam entrar pelo cano.

Além de tomar cuidado com os dejetos que caem dentro do ralo é importante nunca, nunca mesmo, despejar óleo dentro do encanamento. Além de o óleo ser o maior vilão dos canos ele também é um dos maiores poluidores de rios e mares do mundo. Seja consciente.

Mesmo seguindo esses métodos de prevenção o seu encanamento ainda não está completamente seguro.

É importante ferver um pouco de água e despejar pelo ralo, esperar alguns segundos e então jogar um pouco de água fria. Esse procedimento derrete toda a gordura que pode estar grudada nas paredes do cano causando entupimentos e um cheiro desconfortável.

Faça isso 2 vezes por semana e tenha certeza de que seus canos ficaram livre do mau cheiro e do entupimento por meses, até anos.

Como acabar com o mau cheiro já existente

Talvez seja um pouco tarde para conseguir evitar o problema e você já esteja enfrentando um mau cheiro e precisa fazer o desentupimento ou dar um jeito no odor o quanto antes.

Para isso existe algumas soluções bem simples e completamente eficientes.

A mais comum e mais usada é misturar Bicarbonato de sódio e Vinagre para acabar com o problema de uma vez por todas.

Como fazer:

  • Primeiro você precisa colocar 2 colheres de bicarbonato de sódio dentro do cano que está com mau cheiro ou entupido;
  • Depois jogue meio copo de vinagre dentro do cano e cubra o ralo com um pano;
  • Espere 25 minutos, tire o pano de cima do ralo e despeje água fervente.

Esse simples procedimento irá desgrudar toda a sujeira do cano, que provavelmente está causando o mau cheiro e o entupimento. A água fervente irá empurrar toda a sujeira pelo encanamento resolvendo seu problema.

Se você acha que o cheiro precisa de um cuidado ainda mais “potente”, uma excelente solução é substituir o vinagre por suco de limão quente, assim você terá um cheiro de frescor no cano.

O fermento em pó é um grande aliado para desentupir ralos também. Ele também funciona com o mesmo princípio da solução de bicarbonato.

Como fazer:

  • Coloque algumas colheres de fermento em pó dentro do cano com mau cheiro;
  • Despeje água fervente cano abaixo, assim sujeira junto com o mau cheiro serão levados embora.

Nesse método o suco de limão também terá mais potência e deixará um cheiro bem agradável.

O que fazer se o cheiro não passar?

Se depois de seguir esses métodos o ralo continuar com um cheiro ruim, se a água estiver descendo devagar ou fazendo muito barulho para descer, talvez o problema seja um entupimento mais grave.

Também é possível que o entupimento seja na caixa de gordura ou na caixa de coleta geral.

Esses problemas exigem um maior conhecimento e até mesmo o uso de equipamentos mais específicos para trabalho de desentupimento.

Portanto, se mesmo seguindo essas dicas você ainda estiver enfrentando problemas com o seu ralo a solução é buscar a ajuda de uma desentupidora.

Para você resolver o seu problema você pode contar com os serviços da Desentupidora Esgotecnica. Oferecemos um serviço de alta qualidade com uma equipe altamente treinada e profissional.

A Esgotecnica também oferece 1 ano de garantia e pagamento facilitado.

Se você tem um problema nós temos a solução. Venha falar com a gente e conhecer os nossos serviços!

Óleo de cozinha é o vilão do esgoto no centro de SP, região líder em reparos

No bar de uma esquina do bairro da República, no centro de São Paulo, executivos comem provolone à milanesa enquanto bebem cerveja. Na mesa ao lado, jovens se empanturram com batata frita. Mais adiante, um restaurante tem o torresmo como uma de suas atrações.

Por ali, o óleo é ingrediente fundamental nas refeições, mas é também a causa de um enorme problema para o sistema de esgoto da cidade.

Óleo, o vilão do esgoto

Um levantamento inédito da Sabesp reuniu dados sobre metade da rede de esgoto de São Paulo e apontou que a região da Sé é a que mais sofre com entupimentos na capital paulista. E, segundo técnicos e engenheiros da empresa, o óleo de cozinha é um dos principais vilões da região.

De acordo com a Sabesp, toda a região do centro da cidade teve em 12 meses –de junho de 2015 a maio de 2016– o índice de 185 reparos por quilômetro de esgoto na região. Isso equivale a um desentupimento por quilômetro a cada dois dias.

RESTAURANTES

A grande concentração de restaurantes na região é um dos agravantes do problema. Segundo uma portaria da Prefeitura de São Paulo, todos os restaurantes e bares são obrigados a ter uma caixa de gordura instalada. A portaria, no entanto, não fixa nenhuma punição ao infrator.

Nos últimos dez anos, foram propostas três leis municipais com o objetivo de regular a obrigatoriedade da caixa de gordura. Mas nenhuma foi aprovada ainda.

A caixa é responsável por separar óleos e gordura do restante do esgoto produzido pelo estabelecimento. Ela precisa ser limpa regularmente para evitar que o acúmulo da gordura acabe entrando na rede coletora de esgoto.

Mas nem todos os estabelecimentos têm suas caixas de gordura ou as mantém devidamente limpas.

Pouco a pouco, o óleo que escorre pelos ralos das pias das cozinhas se acumula na nas tubulações. O material forma grandes placas de gordura que se misturam com outros dejetos que não deveriam estar no esgoto (fios de cabelo, preservativos, papéis etc.).

Com isso, as tubulações sofrem um verdadeiro infarto. O efeito em algumas casas é que o esgoto pode voltar para as residências ou vazar pela rua, causando enorme mau cheiro.

“É uma questão de saneamento, saúde pública e meio ambiente. Muitas vezes, um restaurante descarta irregularmente o esgoto e quem vai sofrer é o vizinho, já que o esgoto pode extravasar na rua em frente da sua casa”, afirma Valéria Moia Angeli, engenheira da Sabesp.

Em junho, a Folha acompanhou uma operação de desentupimento causado por gorduras em uma rua em Santo Amaro, na zona sul de SP.

O local da ação era um quarteirão com cerca de 20 restaurantes, informalmente chamado por funcionários da Sabesp de “quarteirão do óleo”. Sob a tampa de um bueiro havia uma camada de 1,50 metro de gordura entupindo o fluxo de esgoto. Os dejetos estavam próximos do nível da rua e em pouco tempo poderiam extravasar.

Para evitar o infarto da rede, a orientação é que todos os estabelecimentos com uma grande cozinha tenham uma caixa de gordura em perfeito estado. Em casa, os moradores devem estocar o óleo que não será mais utilizado. O material pode ser entregue em alguns supermercados ou em postos da Sabesp.

CHUVA

Depois da região central, a área com maior índice de entupimentos é a de São Mateus, na zona leste, com 171 reparos anuais por quilômetro. Por ali, no entanto, o principal problema é outro.

De acordo com um decreto estadual, a água da chuva captada por calhas ou ralos não pode ser conectada na rede de esgoto –algo que é comum no bairro. Em um dia de chuva, uma grande quantidade de água entra no esgoto subitamente e o aumento da vazão acaba danificando as tubulações.

Para evitar isso, a recomendação é que as calhas de chuva e ralos de quintal tenham saída separada do esgoto, para ser despejada em galerias de chuva da prefeitura ou na sarjeta em frente ao imóvel.

Fonte: Folha de São Paulo

Metade da população brasileira não tem coleta de esgoto

Metade da população brasileira ainda não tem esgoto coletado em suas casas e cerca de 35 milhões de pessoas nem sequer têm acesso a água tratada no país. É o que revela levantamento feito pelo Instituto Trata Brasil com base nos dados de 2014 do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), divulgados no mês passado pelo Ministério das Cidades.

O índice (49,8%) coloca o Brasil em 11º lugar no ranking latino-americano deste serviço, atrás de países como Peru, Bolívia e Venezuela. Os dados dessas nações são compilados pela Comissão Econômica para a América Latina (Cepal), que divulga o índice de 62,6% para o Brasil porque inclui fossas.

Os números mostram que a coleta de esgoto melhorou só 3,6 pontos porcentuais nos últimos cinco anos e ainda está muito distante da meta estabelecida pelo Plano Nacional de Saneamento Básico, que é atingir 93% de coleta no país em 2033.

“Caso se mantenha o ritmo atual, estimamos que só teremos serviços de saneamento universalizados a partir de 2050. Os patamares de atendimento do Brasil se mostram modestos mesmo na comparação com seus pares latino-americanos”, afirma Gesner Oliveira, ex-presidente da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e autor do estudo.

Segundo o levantamento, metade dos R$ 12,2 bilhões investidos em saneamento no país ficou concentrada nas cem maiores cidades brasileiras. Mas, segundo o estudo, 64% das cidades analisadas investem menos de 30% do que arrecadam com a tarifa de água e esgoto cobrada dos consumidores.

“O avanço, além de lento, é desproporcional. Só as 20 melhores no ranking do saneamento investem, por habitante, duas vezes e meia a mais do que as 20 piores”, afirma o presidente executivo do Instituto Trata Brasil, Édison Carlos.

Cidades

O ranking nacional feito pelo Trata Brasil com as cem maiores cidades mostra que apenas dois municípios, Belo Horizonte (MG) e Franca (SP), têm 100% de esgoto coletado. Piracicaba (SP), Contagem (MG) e Curitiba (PR) têm mais de 99%. Já as cidades de Ananindeua e Santarém, no Pará, são as duas piores do ranking, com nenhum esgoto coletado.

“Estamos separando o Brasil em ‘ilhas’ de Estados e cidades que caminham para a universalização da água e esgotos, enquanto que uma grande parte do Brasil simplesmente não avança. Continuamos à mercê das doenças”, afirma Carlos.

Já quando a análise é sobre o esgoto tratado, o índice nacional cai para 40,8%, apesar da pequena melhora de 2,9 pontos porcentuais desde 2010. Apenas três cidades paulistas (Limeira, Piracicaba e São José do Rio Preto) tratam 100% do esgoto coletado. Por outro lado, cinco municípios, entre os quais Governador Valadares (MG), Porto Velho (RO) e São João de Meriti (RJ), não tratam nada.

Os dados mostram que o índice nacional de perdas de água na distribuição, que mede o desperdício, foi de 36,7% em 2014, ano marcado pela estiagem no Sudeste e Nordeste do Brasil. As informações são do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Fonte: UOL

Precisa de serviços de desentupimento de esgotos? Ligue (11) 3925-1000 ou solicite uma visita.

Desentupir privada com água quente funciona?

O entupimento do vaso sanitário gera muitos transtornos. A água que volta e cai pelo banheiro, podendo se espalhar pela casa, é um dos mais conhecidos. Sem contar os riscos de ficar expostos às fezes e urina. Isso pode trazer inúmeras doenças diferentes para os seres humanos. Em busca de uma solução rápida para esses problemas, centenas de pessoas pesquisam diariamente na internet como desentupir privada. E uma das primeiras sugestões que aparecem é usando água quente, mas será que funciona?

Tudo depende do entupimento! Se o entupimento for leve e causado por algum acumulo pequeno de gorduras e sujeiras na tubulação, desentupir privada com água quente pode ser a solução, mas é preciso fazer isso do jeito certo para que não estrague sua privada.

Como desentupir privada com água quente

O primeiro passo é desligar o abastecimento de água e deixar a privada seca. Depois disso, pegue um pouco de água quente no chuveiro com um balde, ou ferva um pouco de água no fogão. Despeje a água quente na privada seca para que ela dissolva os pequenos obstáculos. Para ter o efeito certo, é preciso preencher, pelo menos, até a metade do vaso de água.

Se você perceber que essa alternativa não funcionou, é possível colocar um pouco de detergente com água quente para potencializar a ação contra as sujeiras. O detergente tem forte potencial para dissolver partículas de gorduras que pode te ajudar a desentupir privada. Espere 20 minutos e dê a descarga.

Quando desentupir privada com água quente, você precisa tomar cuidado com algumas coisas. A primeira delas é ter controle de quanta água está entrando na privada para que ela não transborde. E a segunda é com a temperatura da água. Se estiver fervendo, você pode estragar a porcelana. Ela deve estar quente, mas sem exageros.

Como explicamos antes, essa dica funciona para quando o entupimento é leve. Então não precisa se preocupar se este método não funcionar. Existem outras alternativas.

Outras formas de como desentupir privada

Além de como desentupir privada com água quente, é possível encontrar pela internet várias outras dicas para acabar com o problema, mas elas podem trazer muitos riscos à casa e à saúde. A soda caustica, por exemplo, é indicada para desentupimentos em muitos sites, mas é uma substância tóxica e altamente abrasiva. Ela pode trazer danos à saúde e corroer a tubulação, causando mais transtornos do que o entupimento da privada.

Existem duas formas boas de agir quando a água quente com detergente não funciona. Você pode usar produtos para desentupir privadas. Eles são feitos especialmente com essa finalidade e costumam ter ótimos resultados. Mas, se eles também não funcionarem, é bom procurar um profissional ou empresa especializada para resolver o problema rapidamente e acabar com o transtorno.

Quer contar com um serviço profissional de desentupimento de vasos sanitários? Ligue (11) 3925-1000 ou solicite uma visita.

Desentupir a pia com bicarbonato funciona?

bicarbonato

Alternativas simples, baratas e eficientes para desentupir a pia surgem o tempo todo na internet. Algumas realmente funcionam, outras não. E muitas, mesmo que funcionando, trazem riscos à tubulação das casas. O bicarbonato de sódio é uma dessas alternativas que são muito comentadas e compartilhadas pela internet, mas será que ele funciona realmente?

Para entender melhor. É preciso saber como o bicarbonato funciona. Ele é um composto utilizado para diferentes fins, até mesmo culinário, como confecção de bolos. Porém, ele também tem uma função de limpeza muito aproveitada. É comum ver pessoas utilizam o bicarbonato para limpar sofás e tecidos grossos sem molhar e deixar cheiro. Ele é, sem dúvidas, um dos compostos mais versáteis que temos em nossas casas.

A solução feita com bicarbonato de sódio realmente funciona para desentupir pias, mas apenas quando este entupimento é de substâncias menores. O bicarbonato, apesar do poder de limpeza, não consegue remover resíduos grandes. Nesses casos, a melhor alternativa é buscar por produtos ou profissionais especializados.

Como desentupir pia com bicarbonato

Se você deseja testar a mistura feita com bicarbonato de sódio para desentupir pia na sua casa, a receita é simples e bem fácil de aplicar. Não tem segredos, mas preste bastante atenção em nossas dicas para não fazer errado.

Para começar, misture meio copo de vinagre com um copo de bicarbonato de sódio. Mexa bem para que a solução comece a agir e despeje o copo na pia que está entupida. Após isso, use um pano de pia velho para tampar o ralo enquanto a substância age.

O tempo ideal para descanso que a composição deverá agir é cerca de trinta minutos. Deixe esse tempo e depois despeje água morna para ajudar a dissolver os resíduos da tubulação e para limpar os canos, removendo todos os materiais que estão presos nos canos, inclusive a mistura para desentupir pia com bicarbonato.

Se o cano não ficar completamente desentupido, você pode repetir o processo. E não estranhe se substância espumar um pouco. Essa é a reação do bicarbonato.

Outros métodos para desentupir pias

Além dessa ideia de desentupir pias com bicarbonato, existem muitas outras alternativas disponíveis. Mas não se iluda com elas. A maior parte das dicas que se espalham pela internet podem trazer prejuízos para a tubulação e muita dor de cabeça.

Entre as mais famosas, estão a utilização de soda caustica, que pode corroer toda sua tubulação por ser abrasiva, e usar metais finos para empurrar os resíduos, que pode furar os canos.

Caso a mistura com bicarbonato de sódio não resolver o problema da sua pia, não recorra a essas outras falsas dicas. A melhor alternativa é buscar uma desentupidora para o serviço.

Quer contar com um serviço profissional de desentupimento de pias? Ligue (11) 3925-1000 ou solicite uma visita.

As causas mais comuns do entupimento de esgoto

esgotoSão muitos os motivos que podem causar o entupimento nos esgotos de casa, mas, na maioria das vezes, a principal causa é o total desconhecimento sobre a tubulação de nossa casa e o sistema de esgoto.

Apesar de parecer que a tubulação simplesmente entope de um dia para o outro, a verdade é que a maior parte dos entupimentos pode ser evitada através da prevenção e de uma pequena mudança de hábitos nas nossas vidas.

Principais causas de entupimento

  • Jogar papel higiênico nos vasos é um problema em muitas casas e empresas. Apenas os papéis higiênicos feitos de material biodegradável podem ser mandados descarga abaixo.
  • Além dos vasos, muitas pessoas usam o vaso sanitário para jogar produto como absorventes, fio dental, algodão, embalagens etc. O vaso não deve receber esse tipo de material para manter o bom funcionamento.
  • Os restos de comida também costumam ser lançados pelo ralo ou pela privada, mas não são a melhor opção. Eles ficam parados no sifão e entopem a tubulação. Faça o descarte coreto.
  • O óleo também é um grande problema dos entupimentos. Ele gruda nas paredes dos canos e impede que o esgoto passe.
  • Nos bueiros, uma das principais causas do entupimento é o despejo de lixo nas ruas. Eles vão direto para a boca de lobo e evitam que a água passe pelas tubulações e galerias.
  • A falta de limpeza no sifão de pias e ralos é um problema comum que causa entupimento. Os restos que passam pelo ralo ficam parados no sifão e obstruem a passagem do esgoto;
  • No ralo do chuveiro, um dos principais causadores de entupimento é o cabelo, principalmente nas casas com muitas mulheres. O ideal é sempre limpar o cabelo do chão e jogar no lixo.
  • A barba masculina também é um problema para as pias. Após barbear, o ideal é recolher os pelos e jogar no lixo ao invés de mandar ralo abaixo
  • Os fiapos de roupas causam entupimento na lavanderia. Esse tipo de entupimento é acidental, não tem como prevenir.
  • Outro entupimento comum na lavanderia é por pequenos objetos que ficam nos bolsos de calças e shorts. O ideal é verificar todos os bolsos antes de lavar a roupa.

O que fazer quando entope?
Existem muitos métodos caseiros e alternativos para desentupir pias e ralos, mas alguns deles são abrasivos e podem comprometer a rede de esgoto da sua casa. Uma das principais dicas é fazer uma pequena mistura com 500 ml de água morna, 100 ml de vinagre branco e 100 gr de bicarbonato de sódio. Jogue pelo ralo e espere cerca de meia hora. Depois, jogue um litro de água morna para remover a mistura.

Essa alternativa costuma funcionar muito bem com os ralos de banheiro e cozinha por serem entupidos com produtos que podem ser dissolvidos. No caso de pequenos objetos, essa substância não será de grande ajuda.

Quando essa mistura não funcionar, a melhor alternativa é chamar uma desentupidora para resolver o problema.

Quer contar com um serviço profissional de desentupimento de esgotos? Ligue (11) 3925-1000 ou solicite uma visita.

Como tirar mau cheiro no ralo da pia da cozinha

Pia CozinhaO mau cheiro que sai da pia da cozinha é um problema muito comum em várias casas, condomínios e empresas no mundo todo. Milhares de pessoas pesquisam todos os meses na internet sobre como tirar mau cheiro do ralo, mas muitas das dicas que estão espalhadas pela rede podem trazer mais danos às suas tubulações do que resolver seus problemas. É preciso prestar atenção!

A primeira dica para fugir dessas dicas para tirar mau cheiro que podem prejudicar sua casa é: não jogue nada que pode destruir sua tubulação. Produtos corrosivos até cumprem o papel de tirar o cheiro ruim do ralo, mas trarão muito mais danos à tubulação de esgoto. Então, tome cuidado.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para você tirar mau cheiro do ralo da pia da cozinha sem levar risco à tubulação.

A principal dica para quem sofre com os cheiros ruins no ralo é não jogar resíduos. Somente os líquidos devem passar pelos ralos. Os sólidos ficarão presos nas dobras da tubulação e eliminarão fortes odores que voltarão pelo ralo e empestiarão toda a cozinha.

Nas pias que têm sifão, uma limpeza periódica pode tirar mau cheiro do ralo rapidamente. Essa limpeza é simples e muito prática. Tudo o que você precisa fazer é remover a tampa do sifão e limpar muito bem para tirar mau cheiro

Essa dica para tirar mau cheiro do ralo da pia da cozinha pode resolver a maior parte dos problemas de odor ruim nas casa.

Produtos para tirar mau cheiro do ralo

Nos mercados e nas lojas de produtos de limpeza, existem dezenas de produtos para tirar mau cheiro de ralo. Esses produtos realmente funcionam, mas o custo é alto se comparado a alguns métodos caseiros.

Muitas substâncias que utilizamos no dia a dia são pouco abrasivas e excelentes para a limpeza, inclusiva para tirar mau cheiro do ralo. Entre estes produtos estão o vinagre e o bicarbonato, que podem ser utilizados para todo tipo de limpeza dentro de casa.

Para tirar mau cheiro do ralo da pia da cozinha com essa solução caseira, misture 500 ml de água morna com 200 ml de vinagre branco e 100 gr de bicarbonato de sódio. Jogue a mistura pelo ralo da pia e deixe agir por aproximadamente meia hora. Após o tempo, jogo água morna ou quente pelo ralo para enxaguar.

Outro produto muito utilizado para tirar mau cheiro do ralo é a soda cáustica. Ela é bem recomendada na internet, mas pode trazer problemas para algumas tubulações por ser altamente abrasiva. Para usar soda cáustica para tirar mau cheiro do ralo da pia da cozinha, não esqueça de usar máscara e luvas para não colocar sua saúde em risco. E lembre-se sempre que algumas tubulações podem sofrer danos. Por isso, recomendamos o método com vinagre e bicarbonato de sódio.

Essas dicas para tirar mau cheiro do ralo da pia da cozinha costumam ter resultados bem satisfatórios, mas alguns problemas não podem ser resolvidos com soluções caseiras. Se esse for seu caso, a melhor alternativa é chamar uma empresa ou profissional especializado para resolver te ajudar com os odores fortes que voltam pela tubulação.

Quer contar com um serviço profissional de desentupimento de ralos? Ligue (11) 3925-1000 ou solicite uma visita.

Evite entupimentos dos canos da sua casa ou empresa por materiais de construção

canoExistem diferentes tipos de entupimentos em casas, prédios e empresas, mas os materiais de construção estão, sem dúvidas, entre as principais causas. Seja por má utilização do sistema de esgoto e vazão de água ou por total desconhecimento de como ele funciona, você pode estar criando situações propícias para o entupimento dos canos.

Junto de entupimento por folhas (#LINK), os materiais de construção estão entre as principais causas que poderiam ser facilmente evitadas. Descartar restos nas pias, privadas e ralos, por exemplo, é um problema grave que pode trazer danos à tubulação do prédio.

Esses entupimentos causados por materiais de construção costumam acontecer durante ou após a obra. Eles são muito comuns porque, como já dissemos, muitas pessoas não têm conhecimento de como funcionam os canos ou agem com total descaso em relação ao assunto. Evitar entupimentos por materiais de construção é muito simples e exige apenas um pouco de cuidado durante e após a obra.

Dicas para evitar entupimentos por materiais de construção:

Nós separamos as principais dicas de como você pode evitar entupimento dos canos por materiais de construção prestando um pouco mais de atenção na limpeza e execução da obra.

  • Um dos principais pontos é não lavar os equipamentos em pias. O ideal é lavar em uma torneira ou mangueira longe do ralo e depois remover os pedaços de massa, gesso e outros materiais que caírem no chão.
  • Os materiais de construção não podem ser jogados no ralo, pia, privada etc. Dê o descarte correto para eles. Coloque-os em embalagens para serem removidos sem causar danos à tubulação.
  • Em locais abertos, é importante não deixar os materiais de construção soltos ou expostos ao tempo. Uma chuva, por exemplo, pode levar cascalhos, lascas e outros resíduos para o ralo e entupir o escoamento de água fluvial.
  • Tintas, vernizes e outros materiais oleosos também devem ter o devido descarte. Por mais que sejam líquidos, esses produtos podem se solidificar dentro dos canos.
  • Varra o ambiente antes de lavar. Muitas pessoas costumam lavar após a obra por ser mais fácil, mas restos de materiais de construção vão direto para o ralo. O ideal é varrer para remover esses resíduos e só depois lavar.
  • Tome cuidado com a vedação dos tubos. Muitas vezes, materiais de construção vão para o encanamento durante sua instalação. Tome muito cuidado na hora de instalar os canos.

O cano entupiu após a obra, o que faço?

Tomando todas as precauções devidas, você dificilmente terá um entupimento nos canos, durante ou após a obra, causado pelos materiais de construção. Caso ocorra, o ideal é chamar uma empresa especializada para reparar os danos.

Existem muitos técnicos de desentupimento caseiro, mas eles não são aconselhados porque podem trazer ainda mais prejuízos estruturais e financeiros. Eles são feitos com substâncias abrasivas ou metais que podem perfurar os canos. Com isso, são altos os riscos de ter um vazamento e precisar de uma nova obra para reformar.

A melhor escolha, nesse caso, é contratar um serviço de vídeo inspeção para que toda a tubulação seja analisada em tempo real. Esse tipo de serviço permite acompanhar com uma pequena câmara o interior da tubulação, detectando todas as obstruções e danos no encanamento com um moderno sistema de GPS.

Quer contar com um serviço profissional de desentupimento de canos? Ligue (11) 3925-1000 ou solicite uma visita.

Como evitar entupimentos por folhas no seu quintal

Folhas-no-Quintal

A queda de folhas é uma das maiores causas de entupimentos em tubulações de escoamento de água ou em encanamentos de áreas externas, como dos quintais de casas e empresas. Apesar de serem orgânicas, as folhas levam um tempo para entrar em decomposição e, enquanto isto não acontece, bloqueiam a passagem de água.

Com um pouco de cuidado e manutenção básica, é possível evitar os entupimentos no quintal. As folhas são fáceis de limpar e podem ser removidas facilmente na maioria das situações. Então siga bem essas dicas para não sofrer com os entupimentos causados por folhas no quintal!

Não se esqueça da poda de manutenção das árvores

Se você tiver árvores, é indispensável que faça podas de manutenção delas para que não caiam tantas folhas e, além disso, continuem saudáveis e fortes. Porém, nem sempre o entupimento é de folhas que caem dentro do seu quintal.

Faça limpeza de rotina nas calhas

A limpeza da calha é um dos pontos mais importantes para evitar entupimentos com folha. Essa é, na verdade, a manutenção básica pra qualquer sistema de escoamento com calhas. É importante não apoiar a escada nela pra que não danifique e usar luvas para proteger as mãos.

Preste atenção no ladrão da calha

Prestar atenção no ladrão da calha é importante. Se a água estiver vazando por ele é sinal de que tem algo obstruindo a passagem de água. Muito provavelmente folhas. Se você fizer limpezas rotineiras, poderá ficar muito mais tranquilo quanto a isso.

Varra as folhas secas do quintal

As folhas secas que caem no chão podem dar um efeito bem legal na casa quando estão amarelinhas e lindas no outono, mas tem grandes chances de entupir os ralos do quintal. O vento leva essas folhas para dentro dos ralos, que acabam entupidos.

Limpe as áreas internas e externas dos ralos

As folhas secas que são levadas para o ralo devem ser removidas. Apesar de serem materiais orgânicos e que entrarão em decomposição, elas prejudicarão o sistema de escoamento de água da chuva. É importante retirar todas as folhas que ficarem no ralo.

Use telas de proteção em calhas e ralos

Para evitar que as folhas entrem nos ralos ou nos canos das calhas, você pode usar pequenas redes de proteção. Porém, isso não impede que elas atrapalhem o sistema de escoamento de água. Apenas ajudam que eles não entrem na tubulação.

Serviços de manutenção e desentupimento

Além de todas essas técnicas que podem ser usadas, muitas empresas, como a Desentupidora, oferecem serviços de manutenção e prevenção que evitam esses problemas e serviço de desentupimento para quando as folhas do quintal já tiverem obstruído o encanamento.

Quer contar com um serviço profissional de uma desentupidora de esgotos? Ligue (11) 3925-1000 ou solicite uma visita.

3,5 milhões despejam esgoto irregular mesmo tendo rede coletora

Mais de 3,5 milhões de brasileiros despejam de maneira irregular o seu esgoto, mesmo que em frente às suas passe uma rede coletora apropriada para esse serviço.

O dado é uma projeção do Instituto Trata Brasil, para as cem maiores cidades do país. Para isso, o estudo, em parceria com a OAB, consultou as concessionárias de saneamento de 47 grandes cidades (juntas, elas reúnem 21,2% da população do país).

O esgoto irregular destas cidades, de 14 estados diferentes, seria capaz de encher uma piscina olímpica a cada dois minutos e meio.

A responsabilidade de ligar o imóvel à rede pública de esgoto é do seu dono. Mas o brasileiro não se regulariza pois não quer pagar a tarifa deste serviço, segundo o estudo.

No caso da cidade de São Paulo, por exemplo, um imóvel que não paga pelo esgoto veria sua conta dobrar, caso decidisse se regularizar.

O segundo principal motivo para que a população não se conecte à rede é a falta de informação. Logo depois estão a falta de multa e até o fato do dono do imóvel irregular não querer danificar o piso de sua casa, com a obras para adequação.

3,5 milhões despejam esgoto irregular mesmo tendo rede coletora“A população não atribui valor ao tratamento de esgoto. As pessoas pagam por um celular caro, mas não querem pagar para que seu esgoto seja coletado e tratado devidamente. Essa é uma dificuldade nacional”, disse Alceu Galvão, coordenador técnico da pesquisa.

Embora as empresas concessionárias de saneamento tenham informações sobre esse tipo de irregularidade, cabe às prefeituras fiscalizar e coibir o despejo de esgoto no meio ambiente. Mesmo assim, um em cada cinco municípios consultados não tem uma legislação específica sobre o tema. Nesses locais, não há fiscalização sobre o despejo de esgoto.

Além disso, 42% das concessionárias disseram que nos municípios em que atuam não existem sanções ou multas para esse tipo de prática.

Na cidade de São Paulo, a multa para quem for flagrado é de R$ 500. A prefeitura da cidade, no entanto, não soube informar quantas multas foram aplicadas nos últimos anos. E o prazo de adequação dado pela administração municipal é de um ano.

A Folha mostrou há uma semana que o despejo irregular de esgoto na Grande São Paulo é feito por 171 mil locais, segundo a Sabesp.

Enquanto a população não se conecta ao esgoto, os dejetos são jogados sem tratamento nos rios e represas. “O esgoto acaba caindo no rio ou vai para fossas rudimentares que contaminam o lençol freático”, diz Galvão. Casos como de contaminação do lençol freático por esgoto já ocorrem em cidades como Juazeiro do Norte (CE).

Esse problema se desdobra ainda em perdas econômicas no país. As concessionárias de saneamento dos 47 municípios da pesquisa deixam de arrecadar entre R$ 543 a R$ 925 milhões por ano. Esse valor poderia ser investido no próprio saneamento básico e recuperação de mananciais.

“Isso acaba criando um desincentivo ao investimento no setor sanitário. Pois, o investidor não tem garantia de retorno do investimento”, conclui Galvão.

Fonte: Folha de São Paulo

Quer contar com um serviço profissional de uma desentupidora de esgotos? Ligue (11) 3925-1000 ou solicite uma visita.